FVS reforça apoio técnico a municípios do Amazonas para combater a dengue

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) reforçou o apoio técnico aos municípios do Estado que estão apresentando índices expressivos de casos de dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. Nesta semana, técnicos da instituição viajam a Eirunepé (a 1.160 quilômetros a sudoeste de Manaus) e Jutaí (a 751 quilômetros a oeste de Manaus) para realizar ações com objetivo de reduzir os casos da doença. Somente neste ano, foram 903 casos confirmados da doença no Estado.

A ida ao interior do Estado faz parte das atividades essenciais da FVS-AM como vigilância em saúde, que permanecem sendo realizadas mesmo após a emissão de nota técnica que orienta que sejam evitadas viagens para reduzir as chances de circulação do novo coronavírus (SARS-CoV-2), vírus que transmite a doença Covid19.

Mesmo com recomendação do decreto governamental, a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, reforça a necessidade de combater outras doenças que estão com altos índices no Estado, como é o caso da dengue.

“Estamos no período chuvoso no Amazonas, que é o ponto de sazonalidade do Aedes aegypti, e vamos reforçar as equipes destes municípios”, disse Rosemary.

De acordo com o chefe do Departamento de Vigilância Ambiental (DVA-FVS), Elder Figueira, dois técnicos em Vigilância em Saúde viajaram, nesta quarta-feira (18), a Eirunepé, onde foram registrados 197 casos de dengue neste ano. Outros técnicos viajam, ainda esta semana, a Jutaí, onde foram registrados 122 casos da doença também este ano.

Segundo Elder, as equipes irão contribuir com os técnicos dos municípios visando apoiar à gestão de saúde das cidades. “Os técnicos fazem controle epidemiológico e vetorial. Então, o apoio técnico inclui orientações e ações de direcionamento para combater e reduzir a doença no Estado”, disse.

Em números – De janeiro a fevereiro deste ano, a dengue atingiu 18 municípios do Amazonas: Atalaia do Norte (1), Boca do Acre (17), Carauari (240), Codajás (1), Eirunepé (55), Envira (10), Guajará (218), Humaitá (82), Iranduba (4), Lábrea (4), Manaus (137), Manicoré (1), Parintins (5), Presidente Figueiredo (11), São Gabriel da Cachoeira (52), São Paulo de Olivença (3), Tabatinga (60) e Tefé (2).

Sem Comentários

Deixe um Comentário